sábado, 3 de dezembro de 2011

Cadê a minha metade???

CADÊ A TAMPA DA MINHA PANELA, O CHINELO DO MEU PÉ CANSADO, A METADE DA MINHA LARANJA?
(...) E chega! Há anos peço o príncipe e só me mandam o cavalo... 
(...) Dizem que materializar os sonhos escrevendo ajuda, então lá vai: 
Quero fazer amor com beijo na boca profundo, olhos nos olhos, eu te amo e muita sacanagem (no bom sentido rsrs)...
Quero cineminha com encosto de ombro cheiroso, ser carregada no colo, filhos correndo pela casa...
Uma casinha no campo com cerquinha branca, cachorro e caseiro bacana. 
Quero ouvir Chet Baker numa noite chuvosa e ter de um lado um livrinho na cabeceira da cama e do outro o homem que amo!!!
(...)Que a gente brigue de ciúmes, porque ciúmes faz parte da paixão, e que faça as pazes rapidamente, porque paz faz parte do amor. 
Quero ser lembrada em horários malucos, todos os horários, para sempre. 
Quero ser criança, mulher, megera, maluca e, ainda assim, olhada com total reconhecimento de território. 
Quero fazer amor na escada e ficar com alguns hematomas... depois descansar numa cama nossa e pura!
(...)E quando eu tiver tudo isso e uma menina boba e invejosa me olhar e pensar que: "Aquela instituição feliz não passa de uma união solitária de aparências"
 ... 
"Eu vou ter pena dela... desse coração solitário... desse projeto de mulher mal amada, que ainda não encontrou o verdadeiro amor."




Nenhum comentário:

Postar um comentário